logoaspas-mr.png
DGERT - LOGO CORES.png
sigo.png
Faces-Isabel-Guimarães_School_Banner.jpg
iaoth-logo2.png
  • issue
  • Facebook Basic Black
  • Black Google+ Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Twitter Basic Black
  • Black YouTube Icon

©2019 Faces Isabel Guimarães. Todos os direitos reservados. 

PREVISÕES - 2020
Planeta regente do ano Sol | 12 Signos | Fases da Lua | Eclipses | Planetas retrógrados | Aspetos Planetários

A fechar o ano regido por Marte, onde verificamos muita violência, conflitos, imposição do ego de forma exacerbada, o impulso desmedido da vontade do “eu” usando a força marciana para atingir os fins, muitos foram os que aproveitaram o lado oposto a este planeta: a Vénus, para dar o devido equilíbrio nas suas relações, quer sociais, quer a nível afetivo. As pontes entre estes dois marcam a forma como vamos viver a forte influência do Sol, que recebe como oposto Saturno e Úrano numa forte influência do elemento Terra.

Apesar de existirem várias técnicas para encontrar o regente do ano, a força se revê nos aspetos fortes do novo ano civil, assim como no novo ano astrológico no equinócio da Primavera no hemisfério Norte. Para além do ingresso do Sol nos Solstícios e Equinócios, os ingressos dos planetas sociais e os que transcendem os sociais num determinado signo, verificamos que neste novo ano há o ingresso de Saturno a Aquário em abril – ingressando de novo a Capricórnio em junho, onde ficará até ao final do ano – o Nodo Norte a Gémeos e o Nodo Sul a Sagitário em junho, e Júpiter ao signo de Aquário no final de dezembro. A forte conjunção de Júpiter/Saturno/Plutão, no signo de Capricórnio, em março de 2020. Para além dos Eclipses: Lunar e Solar. Começamos com o Eclipse Lunar em Caranguejo, a 10 de janeiro; a dia 5 de junho, Eclipse Lunar no signo de Sagitário; Eclipse Solar de Caranguejo, a 21 de junho; Lunar no signo de Capricórnio, a 5 de julho; dia 30 de novembro Lunar, no signo de Gémeos; e quase a fechar o ano, a 14 de dezembro, o Eclipse Solar de Sagitário.

No entanto, uma das referências que determinam o regente do ano, a mais conhecida, é proveniente dos antigos Astrólogos Caldeus (1), que tem por base a estrela dos magos de 7 pontas. A sua simbologia está ligada ao humano ser visto como o centro numa conexão aos 4 pontos cardeais (norte, sul, leste e oeste) somado ao “que está acima” e ao “que está abaixo” caracterizando 7 referências ao nosso ser, e vinculadas aos 7 planetas visíveis. Sendo que quer os Egípcios, quer os Babilónios, já apontavam um sistema astronómico-astrológico de 36 constelações: sendo 12 zodiacais, 12 ao norte e 12 ao sul. Desde 1981 somos regidos pelo Sol, Deus Apolo (mitologia Grega) ligado ao ego, narcisismo e, principalmente ao individualismo, a vontade do Self. A regência do ciclo muda a cada 36 anos e é determinada por esta ordem: Saturno, Júpiter, Marte, Sol, Vénus, Mercúrio e Lua. O ano de 2016 encerrou um ciclo de 36, que começou em 1981 (também regido pelo Sol); e 2017 iniciou um ciclo de Saturno – consequentemente, o regente do ano, segundo a análise dos Caldeus – 2018 regido por Júpiter, e 2019 por Marte; este ano teremos, de novo, o Sol.

Para entendermos melhor este 2020, volto atrás no tempo, para entender a rara conjunção Saturno/Plutão em Capricórnio sendo que, a última vez que se verificou a conjunção Saturno/Plutão em Capricórnio, tivemos a presença de Marte, e foi no ano de 1518. O que torna muito difícil ter uma comparação, sendo que passaram mais de 5 séculos e o mundo desenvolveu-se de tal forma, que se torna quase impossível esta ligação. No entanto, a partir de março de 2020, a esta conjunção junta-se Júpiter e Marte – o que torna ainda mais difícil andar para trás no tempo e encontrar estes 3 planetas juntos, no signo da direção de vida, estruturas, sabedoria, determinação, regras, medos e limites. O que dizer?

Num ano a entrarmos com esta tónica astrológica dos Caldeus, com o Sol na sua influência em 12 meses, também ele no signo de Capricórnio, podemos direcionar a tendência astrológica para a escalada de uma árdua montanha, que a civilização humana tem passado. Falamos de uma conjunção de três grandes influências externas, Júpiter, Saturno e Plutão, para além de que o planeta esta Úrano em Touro, tudo no elemento Terra. Olhamos para outro aspeto que nos leva a uma busca de ideias estruturadas e firmes, que se libertam da névoa Neptuniana – que viveu em grande tensão durante quase todo o ano de 2019 e, neste ano de 2020, volta a encontrar uma favorável ligação a Júpiter.

Seremos capazes de dar brilho à nossa identidade sem entrar em choque com a hierarquia do sistema? De que forma cada ser regasta o seu potencial sem se deixar manipular pelo poder, em forte destruição pela manipulação desmedida, de quem supostamente, cuida do povo? Seremos capazes de cuidar da nossa casa, Terra, conseguindo partir padrões velhos que nos fazem cair na ilusão de fechar fronteiras aos mais necessitados? Continuaremos a usar a nossa única casa para usufruto próprio sem olhar as consequências da sua estrutura mãe? Seremos capazes de dar a mão ao outro, sabendo distinguir quem precisa e quem está mascarado? Eu diria que vai ser muito difícil, mas já começámos a distinguir, estão a cair as máscaras, estamos a valorizar, a cuidar, e a mudar a forma como iremos à raiz da estrutura – sendo que muitos estão resistentes, outros sabem olhar para o outro, e ainda outros transcendem o medo em prol da união, e outros são incapazes de violar seus valores seja em prol do que for.

Vamos continuar a escalar a montanha, mas desta vez firmes, com respeito à nossa ancestralidade, às nossas origens, e muitos partirão pedra para fazer brotar a sua flor. Muitos governos irão cair pela força do povo, outros seguirão exemplos raros de união e respeito pelo abuso do poder, e haverá aqueles que firmarão a sua fé pelo povo, pelo respeito pela Mãe Terra, e pela sua família. A mudança de Saturno para Aquário, em abril, ativa a influência de Úrano em Touro, no movimento retrógrado até agosto, mas serão muitos os desafios que vamos encontrar para renovar a nossa vida. Os conflitos aumentam pela voz do povo a querer ser ouvido, digamos que o BASTA será a tónica, mas com segurança, com respeito na mudança medida, e não a manifestação gratuita de violência; mas sim, pela união de um povo a resgatar a sua união e a fazer-se ouvir pelo otimismo de um mundo a ser deixado às futuras gerações, de resgate de valores, mas será de forma plutónica, profunda e transformadora.

O Sol poderá brilhar de novo, se soubermos resgatar a nossa luz divina, pelo respeito das diferenças, pela capacidade de darmos ao povo o seu poder, e sabermos deixar o REI (SOL) usar a sua força em prol da vida, numa selva ordenada, justa e a criar sementes em prol de uma colheita para todos. Podemos ter uma enorme reviravolta nos sistemas políticos, económicos e sociais, pelo BASTA no gasto desmedido das nossas poupanças, estas que se vão sentir principalmente no planeta Terra – que tem vindo a avisar que estamos a abusar da sua hospitalidade; Úrano em Touro fará a quadratura a Saturno em março.

Afinal quem fez o HOMEM foi a TERRA; chegou a hora da cobrança. Que sejamos capazes de dar a mão a quem precisa, de saber ser um exemplo Solar, dando brilho aos mais desfavorecidos e sabermos repor o poder a quem nos guia para a união. E que assim seja!

Isabel Guimarães

 

Bibliografia:

  1. Hermes Trismegisto – Ensinamentos Herméticos – 2007 - Amorc

Fases da Lua | Ingressos | Retrogradações - 2020

12 signos | 2020 | previsões clique em cada signo

Fases da Lua janeiro

Eclipse Lunar Caranguejo

2020-01-10

Lua Nova Aquário

2020-01-24

Fases da Lua fevereiro

Lua Cheia Leão

2020-02-09

Lua Nova Peixes

2020-02-23

Fases da Lua março

Lua Cheia Virgem

2020-03-09

Lua Nova Carneiro

2020- 03 - 24

Fases da Lua abril

Lua Cheia Balança

2020-04-08

Lua Nova Touro

2020-04-23

Fases da Lua maio

Lua Cheia de Escorpião

2020-05-07

Lua Nova de Gémeos

2020-05-22

 

 

Fases da Lua junho

Eclipse Lunar Sagitário

2020-06-05

Eclipse Solar Caranguejo

2020-06-21

Fases da Lua julho

Eclipse Lunar de Capricórnio

2020-07-05

Lua Nova de Caranguejo

2020-07-20

Fases da Lua agosto

Lua Cheia Aquário

2020-08-03

Lua Nova Leão

2020-08-19

Fases da Lua setembro

Lua Cheia Peixes

2020-09-02

Lua Nova Virgem

2020-09-17

Fases da Lua outubro

Lua Cheia Carneiro

2020-10-01

Lua Nova Balança

2020-1016

Lua Cheia de Touro

2020-10-31

Fases da Lua novembro

Lua Nova Escorpião

2020-11-15

Eclipse Lunar Gémeos

2020-11-30

Fases da Lua dezembro

Eclipse Solar de Sagitário

2020-12-14

Lua Cheia de Caranguejo

2020-12-30

A seguir aspetos de retrogradação dos planetas nos signos ao longo de 2020, e ingressos, mas ainda as fases da Lua do final de 2019

Acompanhe semanalmente e mensalmente

“Viver os ciclos dos tempos, ajuda na aceitação e a integrar a própria natureza da evolução”

Isabel Guimarães

zodiacojn.png
Laptop & Coffee